.











‘Economist’ destaca resposta de Marina a Dilma

Os ataques da campanha de Dilma Rousseff renderam a Marina Silva uma manchete —‘Não é discurso. É uma vida’— e alguns centímetros de notícia na britânica ‘The Economist’. A mais prestigiosa revista econômica do planeta destacou o embate das duas candidatas em torno do Bolsa Família. A revista informa que Dilma alardeia que só a vitória dela pode assegurar a continuidade do principal programa social do governo. O texto realça que, num universo de 140 milhões de votos, o Bolsa Família beneficia direta ou indiretamente 30 milhões de eleitores —uma arma poderosa. “The Economist” conta aos seus leitores que Marina veiculou uma resposta a Dilma em sua propaganda eleitoral de 16 de setembro. Escrita para inglês entender, a notícia explica que, para sentir a força das palavras de Marina, era necessário saber que ela nasceu no Seringal Bagaço, nos fundões pobres do Acre “Diferentemente de quase todos os políticos brasileiros, ela sabe o que é sentir fome”, anotou a ‘Economist’, antes de transcrever o discurso de Marina, filmado num comício em Fortaleza. Diz a candidata, a certa altura: “…Nós vamos manter o Bolsa Família. E sabe por quê? Porque eu nasci no Seringal Bagaço. Eu sei o que é passar fome. Tudo o que minha mãe tinha para oito filhos era um ovo e um pouco de farinha e sal, com umas palhinhas de cebola picada. Eu me lembro de ter olhado pro meu pai e minha mãe e perguntado: vocês não vão comer? E minha mãe respondeu: ‘nós não estamos com fome.’ E uma criança acreditou naquilo. Mas eu depois entendi que eles há mais de um dia não comiam. Quem viveu essa experiência jamais acabará com o Bolsa Família. Não é um discurso! É uma vida!”. Para azar de Marina, a ‘The Economist’ não circula nas áreas pobres do Norte, do Nordeste e nas periferias das grandes cidades brasileiras. Por: Josias de Souza.

Instituto Brasil desviou cerca de R$ 50 milhões para PT da Bahia, afirma presidente

Um desvio milionário de verba pública foi revelado pela presidente do Instituto Brasil, Dalva Sele Paiva, à revista Veja. A entidade é uma ONG criada por petistas da Bahia e foi escolhida, em 2008, pelo governo do estado, para construção de 1120 casas populares para famílias de baixa renda. Recursos do Fundo de Combate à Pobreza para o projeto somam R$ 17,9 milhões. O Instituto é investigado pelo Ministério Público desde 2010 e já havia provas de que parte do dinheiro desapareceu. Em entrevista à publicação, a presidente revelou que a entidade foi criada com o objetivo de financiar o caixa eleitoral do PT na Bahia. Entre os apontados como envolvidas no esquema estão dirigentes locais e o candidato do PT ao governo estadual, Rui Costa, que recebiam entre R$ 3 mil e R$ 5 mil reais por mês. Para desviar os fundos, a entidade simulava prestação de serviço com os recursos recebidos e fiscalização dos próprios petistas. Posteriormente, o dinheiro era repassado para candidatos. Quando um acordo pagava a construção de 1000 casas, por exemplo, apenas 100 eram construídas. Cerca de R$ 50 milhões foram movimentados desde 2004. Para Dalva, é “impossível” que o governador Jaques Wagner não soubesse dos desvios, apesar de não o acusar. “Vou levar todos esses fatos ao conhecimento do Ministério Público. Quero encerrar esse assunto, parar de ser perseguida. O ônus ficou todo comigo”, disse. (Bahia Notícias)

Apostador de São Gonçalo ganha mais de R$ 22 milhões na Timemania

Um apostador de São Gonçalo dos Campos, região metropolitana da Feira de Santana, acertou sozinho o prêmio acumulado da Timemania e vai receber R$ 22.077,129,12. O concurso foi o 628 e os números sorteados foram:  09-16–39–43–58–67–69. A loteria criada para ajudar os times de futebol do Brasil, estava acumulada desde 10 de junho, e saiu depois de 43 concursos. (BN)

Saúde é mobilizada para combater Febre Chikungunya

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) está mobilizada para combater a febre chikungunya – doença transmitida pelo mosquito do gênero aedes – o aegypti (o mesmo que transmite a dengue) ou albopictus. Dos 16 casos suspeitos encaminhados para o Instituto Evandro Chagas, no Pará, cinco foram confirmados, na manhã desta sexta-feira, 19. Eles apresentavam sintomas compatíveis com a doença. A febre chikungunya apresenta alguns sintomas semelhantes ao da dengue clássica – provoca febre alta, dor de cabeça, dores mais acentuadas nas articulações, dores musculares e inchaços nas articulações. O período médio de incubação da doença é também mais prolongado se comparado com a dengue. É de três a sete dias (podendo variar de 1 a 12 dias). Durante reunião nesta manhã, os profissionais da Saúde planejaram uma força-tarefa. A orientação é que todos os casos suspeitos de dengue ou da febre do chikungunya sejam notificados e investigados, inclusive, com busca ativa de possíveis novos casos suspeitos da doença, visando bloquear a transmissão para outros bairros. A secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, observa que a participação da população é importante para combater a doença em Feira de Santana, eliminando os principais focos de proliferação do mosquito, como os recipientes que acumulam água. “Vamos intensificar o trabalho que já vem sendo feito no combate ao mosquito, com visitas dos agentes às residências, ações educativas orientando a população a eliminar os criadouros dentro dos domicílios e reuniões com enfermeiros e médicos das unidades de saúde públicas e particulares”, afirma. Os cinco casos confirmados foram registrados no conjunto George Américo e já existem suspeitas da doença nas áreas vizinhas. “Possivelmente foram  pessoas que estavam em alguma área endêmica da África e trouxeram a doença para o município”, acredita a secretária. A transmissão desta febre inicialmente ficou restrita aos países da África e Ásia, sendo os primeiros casos importados registrados nos Estados Unidos, Canadá, Guiana Francesa, Martinica, Guadalupe e no Brasil. A enfermeira referência da SMS, Maricélia Maia, tranqüiliza a população ao informar que, diferente da dengue, a taxa de letalidade para a febre chikungunya é menor. Contudo, reforça que a participação da população é fundamental para o controle da doença. Não existe tratamento específico e nem vacina disponível para prevenir a doença. Na próxima terça-feira, às 14h, 23, no auditório Dr. João Batista de Cerqueira, um médico do Ministério da Saúde, referência da doença, estará capacitando os profissionais de toda a rede sobre o manejo clínico, diagnóstico e tratamento. (Secom)

Correios abrem ‘exceção’ para distribuir panfletos de Dilma

Os Correios abriram uma exceção para o PT e distribuíram em São Paulo panfletos da presidente Dilma Rousseff sem chancela ou compromisso de que houve postagem oficial. A estampa, prevista em norma da própria estatal, serve para demonstrar que houve pagamento para envio, de forma regular, da propaganda eleitoral. Sem ela, é difícil atestar que a quantidade de material distribuído corresponde ao que foi contratado pelo partido. O número declarado de panfletos distribuídos sem chancela dos Correios foi de 4,8 milhões. A exceção para os petistas aberta a partir de um comunicado interno dos Correios em São Paulo, no qual a empresa autoriza, em caráter “excepcional”, a postagem de folders na modalidade de mala postal domiciliária (MPD). A Diretoria Regional Metropolitana, responsável pelo aval, atribui a medida a um problema na impressão das quase 5 milhões de peças. O órgão é chefiado por Wilson Abadio de Oliveira, afilhado político do vice-presidente da República, o peemedebista Michel Temer. Por:Andreza Matais e Fábio Fabrini, Estadão

MP denuncia ex-secretário e fundação por repasses de R$ 39 milhões

O Ministério Público do Estado (MPE) ingressou, ontem, com uma ação por improbidade administrativa contra o ex-secretário da Saúde do Estado (Sesab) e candidato a deputado federal Jorge Solla e a Fundação José Silveira (FJS). A ação é motivada pelos 11 contratos de prestação de serviços emergenciais firmados entre o governo do estado e a entidade filantrópica de 2007 a 2012. Neste período, o governo repassou à fundação aproximadamente R$ 202 milhões. Deste total, estão sendo questionados os repasses de R$ 39 milhões para pagar contribuições sociais às quais a FJS seria isenta. A informação é negada pela direção da José Silveira, que argumenta estar cumprindo a lei e ter pareceres favoráveis do Ministério Público para os contratos. Além disso, a entidade alega supostos interesses políticos na divulgação da informação. A investigação do MPE aconteceu em paralelo a uma auditoria feita pela 2ª Coordenadoria de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado (TCE), cuja leitura do relatório seria feita ontem pelo conselheiro Pelo Lino, mas foi adiada para a sessão plenária da próxima terça-feira.  Segundo a promotora Rita Tourinho, do  Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa (Gepam), a ação foi baseada em três aspectos. “Nós questionamos a terceirização irregular de uma atividade típica, os sucessivos contratos emergenciais e o pagamento indevido de encargos sociais”, afirma. Ela diz que a ação é fruto de uma investigação conjunta  entre o MPE e o Ministério Público de Contas. “Este processo estava sendo investigado há algum tempo. Nós chegamos a fazer uma recomendação para o secretário na época (Jorge Solla) de que ele deveria suspender os pagamentos, mas isso não foi acatado”, conta Rita Tourinho. Além do ex-secretário Jorge Solla, que é citado pelo MPE, a auditoria do Tribunal de Contas cita outros três candidatos nas eleições deste ano: deputado federal Amauri Teixeira e o candidato Alfredo Boa Sorte, que participavam da direção da Sesab no período, e o deputado federal  Antônio Brito, que foi superintendente da Fundação José Silveira.  Todos eles foram procurados pela reportagem no final da tarde de ontem, mas não retornaram às ligações até o fechamento desta edição. A reportagem também tentou contato com a assessoria de imprensa da Sesab, mas não obteve retorno. Por: Donaldson Gomes (Correio)

Direc 2 é acusada de favorecer candidatura de Rui Costa

O Blog do Velame recebeu denúncia sobre suposto crime eleitoral cometido por funcionárias da diretoria da Direc-2 – Feira de Santana. Um e-mail (foto) enviado pela coordenadora de Educação Básica, Jaciara Moreira da Costa e assinado pela Diretora Regional de Educação, Nivia Maria Oliveira da Silva, pode ser caracterizado uso da máquina pública e eventual abuso de poder por parte do governador Jaques Wagner (PT). O e-mail enviado pelas diretoras da Direc, através de conta institucional da Secretaria Estadual de Educação no dia 1 de setembro, em horário comercial, convida professores e diretores de escolas para participar da caminhada do candidato do PT ao governo, Rui Costa, que aconteceria em Feira de Santana. “Contamos com a valiosa participação de todos com o nosso futuro governador Rui Costa”, diz trecho do e-mail. Segundo advogado ouvido pelo blog, o ato além de tipificar ato de improbidade, pode caracterizar crime eleitoral. As informações e foto são do Blog do Velame.

Aniversário de Feira contará com ampla programação nesta quinta

O aniversário de 181 anos de emancipação política de Feira de Santana, comemorado nesta quinta-feira, 18, contará com uma ampla programação cultural, religiosa e festiva. Serão cerca de 15 horas de atividades diversas, que serão abertas às 7h, com uma missa de Ação de Graças na Catedral Metropolitana de Santana, a ser celebrada pelo arcebispo Dom Itamar Vian. Às 8h30 será aberto no Espaço Cultural Marcus Moraes o Projeto Escola na Avenida, uma homenagem dos professores, estudantes e da Secretaria Municipal de Educação a Feira de Santana. A programação transcorre durante todo o dia. Na Câmara Municipal acontecerá a sessão especial pela Emancipação Política de Feira de Santana, com palestra proferida por Carlos Alberto Almeida, às 16h.  Às 20h acontecerá a Entrega da Comenda ao Mérito, no Spazzio Eventos, solenidade que homenageia as pessoas que contribuem para o desenvolvimento da cidade em diversos segmentos. Ás 19h será aberta no Museu de Arte Contemporânea Raimundo Oliveira a exposição “50 Anos de Feira em Fotos”, do fotógrafo Antônio Magalhães. No Espaço Cultural Marcus Moraes acontece apresentação musical da cantora Carol Pereyr, e da banda Pra Casar, a partir das 20h. No mesmo local também será realizado um show pirotécnico.

Site de apoio a Dilma sai do ar após decisão do TSE

O site de apoio à candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), Muda Mais, saiu do ar após decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que determinou a suspensão do endereço eletrônico, em decisão liminar, nesta terça-feira (16). O pedido foi feito pela coligação de Marina Silva (PSB). A página concentrava críticas aos adversários da petista, entre elas Marina, que chegou a ser acusada de querer vender a Petrobras se for eleita. O ministro Herman Benjamim, relator da ação no TSE, argumentou que a propaganda irregular foi configurada pela ausência de habilitação legal. O site estava desvinculado da campanha de Dilma e registrado em nome de pessoa jurídica, a empresa Polis Propaganda e Marketing Ltda. A página agora exibe apenas um texto que explica a decisão judicial e promete recorrer da determinação. (BN)

Prometida para novembro de 2014, obra de requalificação da Lagoa Grande deve ser concluída no ano que vem

Cantada em prosa e verso como uma das mais importantes obras na parceria envolvendo os governos Estadual e Federal, a requalificação urbana da Lagoa Grande não deve ser concluída este ano. Durante a campanha eleitoral de 2006 foram prometidas as obras de requalificação de todo o Parque Lagoa Grande, localizado às margens da Avenida de Contorno e rodeado por bairros como Ponto Central, Rocinha, Lagoa Grande e Caseb, mas a obra vai sendo tocada lentamente e transformou-se numa verdadeira novela. O primeiro capítulo foi a garantia de recursos do PAC- Programa de Aceleração do Crescimento – da ordem de R$ 68 milhões e com prazo de término em novembro de 2014, como mostra a imagem acima. Pouco depois de iniciada, a obra foi paralisada por conta de problemas com a construtora, até que em abril do passado foi aberta uma nova licitação, vencida por um novo consórcio para entregar a obra no prazo de um ano. Como estamos quase na metade de setembro, é pouco provável que essa importante obra seja entregue aos feirenses no prazo estimado, haja vista que no projeto constam inúmeros serviços como: terraplanagem no entorno da lagoa, dragagem com limpeza da vegetação aquática – conhecida como taboa – drenagem pluvial, pavimentação a paralelepípedos e em concreto (praça e parque infantil) e paisagismo, entre outros. Pelo visto, o último capítulo da novela será escrito pelo novo governador. Foto: Folha do Estado.

CFM normatiza atuação dos médicos em UPAs e prontos-socorros

O Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou hoje (16) duas resoluções que normatizam o trabalho dos médicos em urgência e emergência de prontos-socorros em hospitais e de unidades de Pronto-Atendimento (UPAs). As resoluções 2.077 e 2.079, publicadas no Diário Oificial da União, passam para os gestores da saúde a responsabilidade sobre problemas como falta de leitos e demora no atendimento. Elas também estabelecem fluxos, limites, obrigações e responsabilidades de médicos que trabalham em urgência e emergência. Entre as determinações está o tempo mínimo em que uma pessoa precisa ser atendida nos prontos-socorros e nas UPAs. Segundo a resolução, o atendimento precisa ser imediato no serviço de triagem e classificação de risco e, após esse processo, o paciente de médio risco tem que ser atendido em, no máximo, duas horas. As resoluções também determinam o limite máximo de tempo de permanência dos pacientes nesses locais de atendimento, que deve ser 24 horas. Após esse prazo, a pessoa deverá ter alta, ser internado ou transferido. Também está especificado que o médico plantonista informe sobre a falta de vagas em UTI, sobre condições inadequadas de atendimento, superlotação e falta de especialistas no atendimento de retaguarda. O profissional também deve acionar o coordenador-técnico do pronto-socorro ou o diretor técnico quando o serviço receber pacientes na condição de falta de vaga, um recurso para atendimento dos pacientes com risco de morte ou sofrimento mesmo sem vaga na unidade, mas que, segundo o CFM, é uma prática cotidiana. Outro ponto do documento diz que todo paciente deve ser obrigatoriamente atendido por um médico, não podendo ser dispensado da unidade de atendimento por outro profissional. Assim como torna obrigatória a passagem de plantão médico pelo médico, para que o profissional que está assumindo tome conhecimento do quadro clínico dos pacientes. (Agência Brasil)

 

 

Placas de candidatos invadem pista em Recife

Os políticos não têm limites. Se você, baiano, anda reclamando das placas de políticos pelas ruas no interior ou na capital, é porque você não viu a situação absurda em Recife. Um internauta flagrou cavaletes do candidato a deputado estadual Silvio Costa Filho, do PTB, invadindo uma pista recifense. Para completar, teve até estandartes com base de cimento para reforçar o apelo aos eleitores. É brincadeira? (Metro1)

SPC registra baixa de -11% no índice de inadimplência em Feira de Santana

O número de inclusões no sistema do SPC Feira teve baixa de -11% e as recuperações de crédito teve decréscimo de -12, em relação ao mesmo período do ano passado. Foram registradas 10.513 inclusões em agosto contra 11.801 no mesmo período em 2013. O sistema do SPC registrou 8.115 recuperações neste mês contra 9.201 em agosto do ano passado. O acumulado do índice de inadimplência e recuperações de crédito, equivalente ao período de janeiro a agosto deste ano  é de -6 e -7, respectivamente. (Assessoria)

Justiça suspendeu obras da MRV no bairro Santa Mônica II, diz vereador

Na manhã desta segunda-feira (15), o vereador Reinaldo Miranda – Ronny (PSD) ocupou a tribuna da Câmara Municipal para informar que o juiz Arnaldo Freire Franco, titular da 7ª Vara Cível, determinou a suspensão das obras que estão sendo realizadas pela construtora MRV Engenharia em um terreno localizado no bairro Santa Mônica II. “A MRV está impedida de construir imóveis em Feira de Santana pelo fato de estar invadindo terreno aqui na nossa cidade. Isso mostra a irresponsabilidade dessa empresa, o descaso que essa empresa está com a nossa cidade”, disse o edil, afirmando que a construtora veio ao município apenas para ganhar dinheiro e lesar os cidadãos feirenses. “Nós chamamos a atenção para que não se comprasse ou fizesse nenhum tipo de investimento junto a essa empresa e, agora, está aí a prova: estão invadindo terrenos na nossa cidade”, declarou. Ronny reiterou que a referida construtora não cumpre as leis municipais e lembrou que já foram constatadas e denunciadas diversas irregularidades em condomínios da MRV, a exemplo de construção de imóveis no bairro 35º BI próximos ao Paiol (local onde são guardadas as munições do Exército), o que, segundo ele, é ilegal e representa risco para os moradores. Ressaltou também que a empresa mencionada lidera o ranking de reclamações no Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) do Rio de Janeiro. Na sequência, Ronny solicitou da Prefeitura Municipal de Feira de Santana a cassação do alvará de construção dos empreendimentos da MRV Engenharia. Ele também quer que a construtora devolva o dinheiro das pessoas que investiram nos imóveis. (Ascom)

Datafolha registra nova pesquisa para presidente

O Datafolha vai às ruas nesta semana para uma nova pesquisa eleitoral sobre a corrida presidencial, segundo registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O levantamento nacional, encomendado pela TV Globo e pelo jornal Folha de S. Paulo, vai avaliar as intenções de voto para a Presidência da República em primeiro e segundo turno, a rejeição dos candidatos e a avaliação do atual governo. As simulações de segundo turno trarão novamente o confronto entre Marina Silva (PSB) e Aécio Neves (PSDB), além das simulações com Dilma Rousseff (PT) e Marina e Aécio e Dilma. Segundo o registro no TSE, serão entrevistados 5.362 eleitores, entre quarta, 17, e quinta-feira, 18. O protocolo do levantamento é BR-00665/2014. A data prevista para a divulgação dos resultados é o dia 18 de setembro. O Datafolha também registrou pesquisas de intenção de voto para governador e senador nos Estados do Rio Grande do Sul e Paraná. Por: Stefânia Akel, Agência Estado

Página 1 de 14612345102030...Última »